quinta-feira, 5 de outubro de 2017

ROTA DA SENHORA DO SALTO




ROTA DA SENHORA DO SALTO

Na paz do monte sozinho,
Junto à lousa ali erguida;
Já subi meio caminho,
E agora e só descida.

Com a frescura do monte,
Desço o pouso, o planalto;
Para ir beber à fonte,
Junto à senhora do salto.

Depois de sair da lousa,
Onde sempre descansei;
Passo Aguiar de Sousa,
Pedalo até Recarei.

Três horas a pedalar,
Neste treino sou fiel;
É hora de ir almoçar,
Ao BAR de Santa Isabel.